A Acupunctura e a Moxabustão como tratamentos saudáveis

A Acupunctura em Portugal está apenas agora a tornar-se conhecida do público em geral. Encontra-se em franco crescimento, mas ainda é jovem no nosso país, embora cresça todos os dias o número de pessoas que recorre aos seus serviços, e o número de profissionais que já se dedicam à prática deste ramo da medicina tradicional chinesa.

	//Para poder incluir ou não no slider 	register_taxonomy( 'tipo', array('post','escolhas'), array( 'hierarchical' => true, 'label' => 'Tipo', 'query_var' => true, 'rewrite' => true ) ); 	//valores: slider

Em termos fisiológicos, a Acupunctura é um método de estimulação neurológico em receptores muito específicos. Em linguagem comum, podemos caracterizar a Acupunctura como sendo um dos ramo da Medicina Tradicional Chinesa e um método de tratamento dito de complementar de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Consiste na aplicação de umas agulhas especiais, em pontos muito específicos do corpo, designados de pontos de acupunctura, na tentativa de obtenção de um determinado efeito terapêutico.

O termo Acupunctura ou mesmo Acupuntura (como se diz do outro lado do Atlântico) deriva do Latim, mais precisamente de Acum, que significa agulha e de Punctum (picada ou punção).  Se fizessemos uma tradução literal do termo Chinês teriamos um significado bem diferente, pois Zhen remete para agulha, mas Jiu significa moxa.

A tradução que usamos dá-nos a ideia que o terapeuta apenas lida com agulhas, o que de facto não é verdade. Os pontos que se pretendem estimular, onde as agulhas são aplicadas, podem também ser estimulados através de outras técnicas. É aí que entra a moxa, mas até a simples pressão dos dedos, e a estimulação por laser podem ser usados.

Talvez não saiba o que é uma moxa. O termo não provém do Chinês, mas sim do Japonês. Costumam ser moldadas para apresentarem o aspecto de um bastão ou cone, e consistem numa massa uniforme similar a uma lã vegetal, feita a partir de folhas da Artemísia. Moxabustão, que significa literalmente longo tempo de aplicação do fogo, é assim como que uma acupunctura térmica, realizada pelo aquecimento que é gerado pela moxa, que como vimos não é mais que uma massa de artemísia seca.

Doí ser picado pelas agulhas da acupunctura? Provoca dor o aquecimento realizado pela moxabustão? Não, de todo. Os pacientes têm sensações semelhantes à pressão leve, como o peso, ligeiro prurido ou raramente um pequeno choque que pode difundir-se pelo membro em causa quando a agulha é introduzida. Podem surgir também sensações de sonolência, de flutuação, de corpo pesado, leves tonturas e/ou tremores nos músculos, e até vontade de urinar ou de evacuar, mas dor propriamente, é muito excessivo pensar que chegue a provocar.

A maior parte destas sensações ocorrem apenas enquanto são novidade para o paciente, quando este tem as suas primeiras sessões de acupunctura, e até são indiciadoras de que a resposta ao tratamento está a ser efectiva. Eventualmente, a agulha pode acertar nalgumas fibras nervosas na pele, provocando uma dor aguda tipo choque, mas esse fenómeno é extremamente raro.

A obesidade, a psoríase, a depressão, e até a impotência sexual, são doenças para as quais a Acupuntura pode constituir um tratamento viável.

 

Deixe um comentário